Como aprender a tocar GUITARRA

Para aprender a tocar guitarra é necessário contar com um bom método dirigido. Seja em papel, presencial, ou online é primordial possuir um professor que ensine as aulas gradativamente, respeitando o tempo do aluno.

Muitos alunos de música desistem, pois não conseguem desenvolver bem os conceitos musicais, eles são bem complexos e amplos, muitas vezes chatos, mas são essenciais para um bom desenvolvimento em qualquer instrumento.

Ser capaz de aumentar ou diminuir o tom de uma música, saber ler uma partitura, conhecer sobre escalas, conseguir criar uma improvisação, tudo isso só pode ser feito tendo conhecimento de teoria musical.

Muitos alunos aprendem “de ouvido”, é possível aprender assim também, porém nunca terão a liberdade de tocar qualquer música que esteja escrita em uma partitura, como reproduzir uma música inédita “de ouvido”?

Outra dificuldade que os alunos encontram é no que diz respeito a rapidez na troca dos acordes, isso só é possível conseguir depois de muito treino, nunca desista do seu estudo, se errar comece tudo de novo, comprar um método de exercícios práticos poderá ajudar bastante em casos de dificuldade com a agilidade.

Aprender a tocar guitarra passo a passo

Você pode usar aulas gratuitas da internet para começar a aprender tocar guitarra, mas sempre será muito mais efetivo matricular-se em um curso online, ou presencial. Veja abaixo 7 dicas para aprender a tocar guitarra mais facilmente.

7 dicas para aprender a tocar guitarra mais rápido

1 – Instrumento

A escolha do instrumento certo é o primeiro passo para desempenhar bem. Vá até várias lojas, segure as guitarras, experimente o som das diferentes marcas e modelos, e escolha aquela que melhor se adaptar a sua mão. Existem marcas famosas que são cobiçadas, mas nem sempre são as melhores para quem está começando.

2 – Acordes

Você precisa saber de cor a montagem dos acordes básicos, isso é lei para qualquer aluno de instrumento musical. Pratique montando eles sem tocar, apenas experimentando os dedos, faça exercícios de mudança, começando com as mais fáceis para as mais difíceis.

3 – Alcance

Antes de começar a estudar, faça um exercício para aquecimento do pulso e mãos. Quando já estiver tocando músicas mais elaboradas, esses exercícios ajudarão a tocar os acordes mais extensos sem sofrer lesões. Simular os acordes no braço é um bom exercício de aquecimento.

4 – Ouvido

Treine sei ouvido para distinguir as notas umas das outras, bem como os diferentes tons. Isso é fundamental para músicos que pretendem fazer improvisação em apresentações.

5 – Teoria

Estudar teoria tem que fazer parte da prática diária, faça solfejo, escreva as notas em um caderno de música, copie partituras para se familiarizar com os símbolos. Aprenda o local de cada nota na escala e experimente sempre tocar com a partitura antes de se render às tablaturas.

6 – Prática

Essa não precisa falar. Sem prática não haverá desenvolvimento. Não pule etapas, faça os exercícios mais simples até ficarem fáceis, depois vá aumentando a dificuldade, se errar, faça de novo, não descarte um exercício pela sua dificuldade.

7 – Criatividade

Desenvolva sua criatividade musical, experimente as notas na sua guitarra, monte pequenos segmentos com notas diferentes, explore seu instrumento para conhece-lo melhor que a você mesmo. Assim, poderá criar suas próprias músicas e arranjos.